ContrasteTamanho normal da fonteAumentar tamanho da fonte

 

 
Alessandro Volta
Eletrólise e Células Eletrolíticas
 
 
 
As pilhas voltaicas (em homenagem a Volta), que também são chamadas como células galvânicas (em homenagem a Galvani) são células eletroquímicas em que uma reação redox espontânea produz corrente elétrica.
 
Uma segunda espécie importante de células eletroquímicas são as células eletrolíticas, em que a corrente elétrica é usada para direcionar uma reação não espontânea (eletrólise). Lembre-se que o inverso de uma reação espontânea não é espontânea.
 
A célula galvânica converte energia química para energia elétrica quando uma reação possui um valor positivo de E (variação de potencial) e um valor negativo de ΔG (variação da energia livre), e procede para atingir o equilíbrio.
 
A célula eletrolítica converte energia elétrica para energia química quando uma corrente elétrica direciona uma reação como valor negativo de E (e valor positivo de ΔG) em uma direção para longe do equilíbrio. O processo de usar uma corrente elétrica para proporcionar uma transformação química (reação) é chamado de eletrólise. A quantidade de produto em uma reação eletrolítica é calculada pelos dados fornecidos pela semi-reação (usando os coeficientes da reação corretamente), pela corrente e pelo tempo que ela flui. A eletrólise é usada industrialmente para produzir alumínio e magnésio; para extrair metais de seus sais; para preparar cloro, flúor e hidróxido de sódio; para refinar cobre; e em eletrodeposição.
 
Anterior Próxima